Igreja Batista do Calhau

Notícia

COMO DEVEMOS VIVER

Editorial - 05/05/2018 09:25

Tito 2:11-15

Pr. Hamilton Rocha

O apóstolo Paulo depois de fazer uma série de recomendações aos idosos, jovens e servos faz uma síntese de como devemos viver sob dois aspectos: negativo e positivo.

No aspecto negativo encontramos: “(...) renunciando a impiedade e às paixões mundanas”. Lembrando que o Senhor Jesus já havia advertido os seus discípulos: “Se alguém quiser vir após mim negue-se a si mesmo...” (Lucas 9:23).

O tempo verbal do verbo denota uma ação definitiva: “Renunciando de uma vez por todas, para sempre”. Portanto, não é uma ação contínua, diária, mas algo que realizamos e deixamos para trás.

Renunciamos aos prazeres mundanos quando: Retiramos deles o nosso consentimento; rejeitamos o prazer que eles sugerem; dizemos não ao ato que nos é solicitado.

O próprio apóstolo Paulo nos ensina: “Andai pelo Espírito e jamais satisfareis os desejos da carne” (Gálatas 5:16). Viver sob os desejos da carne, das paixões mundanas era próprio da nossa vida sem Cristo (Efésios 2:3). É sempre salutar nos lembrarmos das recomendações do apóstolo João (I João 2:15-17).

Positivamente o apóstolo ensina: “(...) vivamos neste mundo de maneira sensata, justa e piedosa” (Tito 2:12). Assim, podemos viver:

1. SENSATAMENTE (em relação a nós mesmos).

Interessante que a sensatez é qualidade que deve ser encontrada nos ministros de Jesus Cristo (Tito 1:8) e nos idosos (Tito 2:2,5). Em outras palavras é o exercício do domínio próprio. É mais importante dominar-se do que dominar uma cidade.

2. JUSTAMENTE (em relação ao próximo).

Dar a cada um que lhe devido. Tratar a todos com justiça e justeza. Mais uma vez miramos o exemplo paulino: “Vós e Deus sois testemunhas de como nos portamos de modo santo, justo e irrepreensível para convosco, os que credes” (I Tessalonicenses 2:10).

3. PIEDOSAMENTE (em relação a Deus).

Isso significa dizer que devemos ter para com o nosso Deus atitudes de amor, reverência, temor reverencial, adoração e obediência. É isso o que significa dizer ser piedoso.

Qual a motivação para vivermos assim? Eis a resposta: “(...) aguardando a bendita esperança e o aparecimento da glória do nosso grande Deus e Salvador Cristo Jesus (...)” Tito 2:13. O cristão deve viver nessa ardente expectativa. Essa constante e alegre expectativa é antídoto aos desejos mundanos e estímulo a viver neste mundo.